Gestão de Mudanças ou transformação organizacional?

Quando pensamos em gestão de mudanças organizacionais, frequentemente focamos em um único projeto e em seus objetivos estratégicos. Não sem motivo, na década de 50 os primeiros fundamentos de Gestão de Mudanças foram lançados pelo Dr. Kurt Lewin ao descrever os três estágios da mudança – Descongelar, Mudar e Congelar. O foco da teoria de Lewin estava justamente em uma mudança específica que acontecia de tempos em tempos. Sem dúvida, naquele momento pensar em congelar fazia todo sentido. A ideia era a busca pela estabilização através da consolidação das mudanças. Entretanto, vivemos agora o mundo VUCA (acrônimo dos termos em inglês – Volatility, Uncertainty, Complexity e Ambiguity), em estado líquido de mudanças velozes e contínuas.